sábado, 16 de janeiro de 2010

Presta ou não presta?


Eis a questão...

Estava eu a fazer uma pequena demonstração sobre como reparar um furo de pneu, quando, e logo no inicio, um certo excesso de entusiasmo na relação válvula - bomba de ar fez partir o pino que comanda a válvula (presta).

Resultado: arranjar boleia para casa!

Moral: mais vale uma câmara de ar suplente na mão, que 10 remendos no saco :D

Cumps!

8 comentários:

Bruno disse...

Encontrei isto hoje: http://bulletkeychain.com/

A bomba era para presta? Não estaria ao contrário?

Uma situação aborrecida, sem dúvida. :-\

Cheers

Sérgio Guerra disse...

Boas Bruno, obrigado pelo teu comentário... sim a bomba era daquelas com dois terminais, pelo que a culpa é completamente minha (fiz talvez demasiada pressão lateral).
Nunca me tinha acontecido, mas é assim que se aprende a ter mais cuidado com estas coisas.
Esse porta-chaves com adaptador é interessante, especialmente para quem não anda com bomba de ar consigo (pode assim encher em qq bomba de gasolina)..

Gonças disse...

Viva.
Ando eu com os pneus randonneur da Vittoria sem um furo em 2 anos e uns bons milhares de kilometros em cima quando ao encher o pneu de ar numa bomba de gasolina (schrader neste caso) e o pipo parte!! Desconfio que ao andar uns kilometros com pouco o pipo tenha aquecido o que conjugado com um pouco de força a mais que tenha feito CRACK...vá lá que tinha uma camara de ar a mais para além dos remendos, senão estes não me valiam ;o)

Sérgio Guerra disse...

Pois é Gonças, isto só reforça a conclusão... convém sempre andar com uma câmara de ar suplente...

Bruno disse...

Pois, a borracha com os elementos deteriora-se.

No outro dia estava à procura de um furo numa câmara de ar praticamente nova (que se esvaziava toda de noite) e enchi tanto à espera de ouvir o issss que ao tocar-lhe com um pouco mais de força rebentou. lol

Devia ser a válvula que tinha fuga (era presta). As schrader ainda dão para mudar o interior da válvula, presta nem por isso.

Lembrei-me agora de se fazer uma lista de ditados de ciclistas e bicicletas... será que se encontram muitos? :-]

Sérgio Guerra disse...

Bela questão, Bruno, devem existir mas eu não conheço...

Work Buy Consume Die disse...

Viva

De origem, na minha bicicleta vinha com Presta. Achei piada porque sempre andei com pipo "grosso".

Quando comecei a furar (faço BTT), o dinheiro em câmaras de ar estava sempre a saltar da carteira. Alarguei o orifício da roda e já pode levar Shrader.

Sinceramente não vejo vantagem nenhuma nas Presta. Por 2.50€ compro duas Shrader na Decathlon. Não são grande espingarda, mas também não entro em grande prejuízo.

Para minimizar os furos coloquei líquido (até agora zero furos), mas não abdico de ter remendos na mochila. Já tenho um historial de furos demasiado longo para não ter "plano B".

RH disse...

Critical Mass maputo
http://criticalmassmaputo.wordpress.com/