terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Gordura é formosura - ode a um Natal cheio de doces fritos

Assim que comprei a minha Pelago Stavanger, propus-me a testar a sua versatilidade. Apesar de ela vir da Finlândia com uns bons pneus, bastante versáteis para estrada seja ela com bom ou mau piso, acabam por ter algumas limitações quando o asfalto acaba e começa a terra ou a gravilha.
Desde que montei estes pneus gorduchos na Stavanger, ainda não tinha tido uma real oportunidade para os testar nos maus caminhos, mas a aproveitar um sábado de folga em que a Ana tinha ajuda com o João, lá me lancei ao desafio.

Antes de mais: onde é que se arranjam trilhos?!

Pois.. estou habituado a fazer estrada, podem ser mais bonitas ou feias, mas normalmente as estradas são fáceis de encontrar e têm o dom de estar um pouco por todo o lado 8-)
Encontrar bons trilhos não é assim tão fácil então qual foi o meu 'modus operandi'?

O sistema de mapeamento e de criação de rotas do Strava tem, para além das estradas, uma rede de trilhos mais utilizados, pelo que com alguma paciência consegui definir um mapa não muito afastado do ponto de partida, fazendo um equilíbrio entre percursos em nacionais bonitas, como por exemplo a N306 ou mesmo a N104, e percursos fora de estrada.



Então lá comecei a rolar estrada fora, percurso bastante plano para aquecer e fazer esquecer a má forma física...

Gosto muito desta estrada, a paisagem é bonita e o piso é muito bom... ainda por cima faz parte o caminho para Santiago.



A Stavanger em toda a sua glória ;)


E pronto, aqui acabava o asfalto e começava a diversão enlameada..


Primeiro com grandes estradões...


Depois com caminhos que pareciam antigas estradas romanas..


O eucalipto era a constante para onde quer que fosse..

Muitas vezes ainda com os restos dos incêndios não muito longínquos deste ano..



O Rio Ave andava ali ao lado :)


Infelizmente a máquina fotográfica ficou sem bateria mais ou menos a meio do percurso, para a fase final apanhei uns trilhos bem bonitos, muito rolantes e perfeitos para este tipo de pneu, pena é que não tenha dado para tirar algumas fotografias, mas também não se pode estar sempre a parar ou chegamos já a casa com noite.


Em jeito de resumo, ter uns pneus mais largos abre portas a aventuras dentro e fora da estrada, deixando explorar caminhos sem perder a compostura. Apesar de algo reticente relativamente ao comportamento destes pneus por terem um piso bastante liso, portaram-se muito bem, especialmente depois de lhes tirar um bocado de pressão.

Até já!

2 comentários:

TOGEL 212 disse...


amazing article,thank you very much for the article and the information.. maybe if you can please visit our website judi online

Aulia Septiadi disse...

This article gives me a new experience thanks, visit also my website if you want to know more
baccarat online
slot online
judi casino
situs casino terpercaya
live casino